Malta - Supernova

Vinho e moda: os bastidores de uma nova coleção.



Vinho e moda: os bastidores da criação da nova coleção de Greice Antes


Peças da nova coleção da estilista foram manchadas com vinho em ação realizada na Serra gaúcha.

Matéria: Zero Hora


As coleções da estilista gaúcha Greice Antes são inspiradas por músicas, versos, traços, um universo que reflete o desejo da designer de provocar emoções, sensações. Sim. Ir além do vestir está na essência da assinatura Greice Antes, que reforçou essa intenção no poético pré-lançamento do verão 2012/2013, inspirado pelo vinho e pelo trabalho do artista e tatuador Beto 70, do Gentleman Tattoo Parlor. No cenário bucólico do Terroir da Vinícola Aurora, em Pinto Bandeira, na Serra gaúcha, Greice provocou os convidados a abusarem do que costumam evitar: manchar as roupas, sem medo, com vinho. 

Sob o azul céu de um sábado de inverno, um varal de esvoaçantes peças de seda pura em tons neutros aguardava a todos. Cercados por campos e parreiras, embalados pelo som de violinos, o grupo brindou com espumantes e vinhos e degustou delícias italianas, dispostas com elegância em mesas ao ar livre. Alguns manequins com peças estampadas pelos traços de Beto 70 decoravam o ambiente, inspirador para boas conversas, para momentos de alegria e descontração. 

No auge da confraternização, Greice entra em cena para explicar a motivação e convidar a todos para colorir as roupas com um tipo de vinho especial, de cascas grossas e manchas fáceis, o Ancelotta, da Aurora. Com a alegria do momento, os convivas seguiram em direção ao varal, onde empunharam taças de cristal cheias de vinho e, com vontade e emoção, jogaram o líquido nas peças. Algo lindo de ver: os tecidos clarinhos ganhando cor intensa, estampas únicas, criadas com felicidade, sentimento, energia singular. 

- Moda é muito mais que a roupa. É algo profundo e intenso. É troca, vivência, experiência. É emocionar, transformar, aproximar - comenta Greice. E assim foi. 

Depois dessa catarse fashion, as mais de 60 peças e mais algumas dezenas de metros de tecido vão passar por um processo de fixação da cor de impacto ambiental tão baixo quanto ao do corante natural usado para manchá-las.

- A ideia é resgatar antigas matérias-primas, agregando valor econômico e cultural aos produtos tingidos de forma limpa - comenta a designer.

Após esse processo, muitas dessas peças exclusivas receberão as estampas criadas por Beto 70, artista reconhecido pelos traços minuciosos e cheios de estilo. Essa mescla de Baco e Beto resulta no título da coleção verão, Beto 70, Vinho Mancha?! Agora todos sabem que sim - e que também provoca emoção. Sem dúvida, um momento a ficar registrado na moda gaúcha. 



Seguidores