Malta - Supernova

ANDERSON SILVA X CHAEL SONEN


Anderson Silva Nocauteia Chael Sonnen

Aconteceu na madrugada deste domingo o UFC 148, diretamente do MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, Estados Unidos.

A arena estava completamente lotada, com cerca de 20 mil espectadores que presenciaram o maior evento dos últimos tempos. É impressionante o número de brasileiros que estavam presentes.

O Brasil estava representado por Anderson Silva, Demian Maia, Gleison Tibau, Rafaello Trator e Fabricio Morango.

Anderson Silva vs. Chael Sonnen

Na luta principal da noite, o campeão Anderson Silva colocou o seu Cinturão dos médios (até 84 kg) em disputa contra o americano Chael Sonnen, em uma revanche. No primeiro encontro, Anderson finalizou Sonnen no UFC 117 no dia 07 de agosto de 2010.

O primeiro a entrar foi Sonnen que pareceu tranquilo. Logo em seguida as luzes se apagaram e o campeão Anderson Silva foi anunciado para o delírios dos fãs. O Spider entrou com uma camisa do Corinthians e com sua equipe composta por Rafael Feijão, Pedro Rizzo e Steve Seagal.

Bruce Buffer anunciou a luta.

No 1º round, Anderson de sunga amarela e Sonnen de sunga branca.
A torcida gritava "silva, silva, silva". Sonnen foi para cima e logo conseguiu uma queda. Sonnen ficou batendo da guarda de Anderson Silva. Anderson se defendeu por baixo. O americano tentou diversas cotoveladas. Sonnen passou a guarda e conseguiu acertar dezenas de golpes. O round acabou com total vantagem de Sonnen.

No 2º round, Sonnen repetiu a tática do round anterior e logo encurtou e tentou uma queda. A luta ficou com troca de pegadas na grade. Anderson fez um pêndulo após uma tentativa de cotovelada giratória de Sonnen e o americano caiu. Anderson golpeou e o americano ficou tonto. Anderson Silva seguiu soltando golpes em pé até Sonnen cair e levar golpes até o árbitro interromper a luta e decretar a vitória de Anderson Silva por nocaute.

Após a batalha, Anderson e Sonnen se abraçaram e Anderson (debochado) convidou o americano para um churrasco em sua casa, mostrando que os brasileiros são educados e que a rivalidade é somente dentro do octógono.

Aliás, Anderson fez a 10ª defesa de cinturão, alcançando a 16ª vitória consecutiva na carreira e a 15ª no UFC, batendo todos os recordes da competição.

Na coletiva após o evento, o campeão afirmou que pretende lutar por mais 10 anos e espera por novo oponente que poderá ser o americano Rashad Evans - que baixaria da divisão dos meio-pesados para enfrentar o "Spider".

Seguidores