Malta - Supernova

Mulherão


Peça para um homem descrever um mulherão.

Ele  com certeza vai descrever o tamanho dos seios, a medida da cintura, a espessura dos lábios, as  pernas bem torneadas... ah, e o o bumbum bem durinho.

Ou vai dizer que mulherão tem que ser loira, olhos claros, ter 1.80m, ser siliconada e ter lábios carnudos cabelos compridas e saia curta. 

Mulherões, dentro desse conceito, não existem muitas: Marilyn Monroe, Sharon Stone, Fergie, Vera Fisher, Adriane Galisteu, Letícia Spiller, Beyoncé, Scheilas, Lumas e Brunas.  

Agora, pergunte para uma mulher o que ela considera um mulherão, você vai  descobrir que tem uma em cada esquina... 


Mulherão é aquela que pega dois ônibus (lotados) para ir ao trabalho e mais dois (extremamente lotados) para voltar e, quando chega em casa, encontra um tanque cheio de roupa, uma casa para limpar (organizar) e uma família para alimentar.


Mulherão é aquela que vai de madrugada para a fila garantir matrícula na escola ou creche pública, ou aquela aposentada que passa horas em pé na fila do banco para buscar uma pensão de R$ 300,00.

Mulherão é a empresária que administra dezenas, centenas de funcionários de segunda a sexta (ou até mesmo sábados) e uma família todos os dias da semana.

Mulherão é quem volta do supermercado segurando várias sacolas depois de ter pesquisado preços e feito malabarismo com o orçamento.


Mulherão é aquela que se depila, se maquia, passa cremes, malha, faz dietas, usa salto alto, meia-calça,  tinge o cabelo e se  perfuma, mesmo sem nenhum convite para ser capa de revista.


Mulherão é quem leva os filhos pra escola, busca os filhos na escola,  leva os filhos pra natação, busca os filhos na natação, leva os filhos pra aula de inglês, busca os filhos da aula de inglês, leva os filhos para a  cama, ajuda a fazer as tarefas da escola, conta histórias, dá um beijo e apaga a luz. 

E, de madrugada, a cada choro, resmungo, febre, se levanta pra medir a temperatura ou medicar.


Mulherão é aquela mãe de adolescente que não dorme enquanto ele não chega. É quem, de manhã bem cedo, já está de pé, colocando a mesa para o café e esquentando o leite. 


Mulherão é quem leciona em troca de um salário mínimo, é quem faz serviços voluntários, é quem colhe uva, é quem opera pacientes é quem lava a roupa para fora, é quem bota a mesa, cozinha o feijão e, à tarde, trabalha atrás de balcão.


Mulherão é quem cria os filhos sozinha, é quem dá expediente de 8 ou 10 horas e enfrenta menopausa, TPM e menstruação. 

Mulherão é quem arruma os armários, coloca flores nos vasos, fecha a cortina para o sol não desbotar os móveis, mantém a geladeira cheia e os cinzeiros vazios.

Um comentário:

Seguidores