Malta - Supernova

Tipos de Sapatos




SAPATOS E SUAS DEFINIÇÕES

O que é scarpin?


Scarpin vem do italiano scarpino, é uma forma reduzida dessa palavra que significa sapato. 
Foi popularizado em 1947 por Christian Dior, que na época quis introduzir uma nova moda para as moças (no período pós guerra) que queriam ser mais glamorosas e femininas.



Scarpin é o sapato feminino propriamente dito. 
Por definição, sapato é o calçado que esconde os dedos do pé e é fechado na parte de trás. 
O scarpin pode ter bico fino, arredondado ou quadrado. 
Um scarpim deve ter salto. A medida é de no mínimo 4 cm, e se o salto for maior do que 10 cm, o scarpim passa a ser chamado de stiletto.






Peep Toe - do inglês peep significa “começar a aparecer” e toe significa “dedo”. 


São aqueles sapatos que deixam pelo menos um dedo de fora. 
Podem ser de salto alto ou médio. A pronúncia correta do termo é “pipitú”. 



Sandália -  As sandálias são os sapatos mais antigos e simples da história do vestuário. 

Calçado que é preso aos pés por meio de tiras. 
É o mais comum e versátil dos tipos de calçados, e seu salto pode ser desde tamanho alto até sandálias tipo rasteirinha. Os saltos podem ser finos, grossos, anabela ou plataforma. 
A tendência do momento são as anabelas e as de salto fino com meia pata.



Chanel - Calçados que são fechados na frente, com formato alongado ou redondo, com decote atrás deixando o calcanhar a mostra.

Pode ser de salto alto ou baixo. 
Combina com roupas clássicas, mas pode dar um charme ao look em uma combinação básica. 
É um clássico que permanece sempre chique e é sempre reconhecido como um calçado de bom gosto.


Sapatilha - Calçados leves, com saltos baixos, originalmente usados por criadas no século XVIII. 

As elegantes parisienses adotaram em 1803 para dançar nos bailes. 
Inspiradas nos sapatos de ballet, ganharam versão "boneca" nos anos vinte. 
Nos anos 50 se tornaram cult, parceiras das calças Capri, usadas por Audrey Hepburn e Brigitte Bardot.
Ideal para calças longas e as curtas, bermudas e shorts, saias longas e minissaias e até roupas de festa.


Mule -  Originado de um chinelo marroquino e muito popular na Turquia, aberto no calcanhar e fechado na frente. 

No século XVIII, as mules eram usadas baixas por homens e com saltinho pelas mulheres. 
Podem ser usados com calças tradicionais ou curtas, vestidos e saias pelo joelho e shorts. 
No inverno adote meias cor da pele, foscas na cor calçado ou coloridas. 
Mesmo modelos sofisticados não se prestam em festas tradicionais ou muito formais. 
Os mules podem ter saltos altos ou baixos.
Mocassim - Criados pelos índios norte-americanos, os mocassins eram inicialmente confeccionados em casca de árvore, sem salto. 

Em modelos delicados ou no estilo masculino, o mocassim tem sempre formas modernas e saltos de diversas alturas e formatos. 
Calçado polivalente e curinga em qualquer estação, os mocassins acompanham todas as silhuetas e tendências.


Ankle Boots - São botas que não têm cano, ou que o cano é baixo, no máximo até o tornozelo (que éankle em inglês).


As que são abertas na frente são chamadas Open Boots.


Clog - Clog é uma palavra que vem do inglês para designar os conhecidos tamancos. 


Podem ter salto de madeira ou cortiça.  
A parte de cima, que cobre o peito do pé, geralmente é de couro. 
Os clogs entram na categoria dos ‘sapatos pesados’ e podem vir em forma de tamanco ou sapato fechado e devem ser usados somente em ocasiões informais.



_________________________________________________________________________________



Seguidores